A BIBLIOTECA MUNICIPAL DE ALPIARÇA VAI FESTEJAR MAIS UM ANIVERSÁRIO

VISITE-A


quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

A “SUJIDADE” DAS ÁRVORES ALASTRA NA AVENIDA MARIA XAVIER POR NÃO HAVER LIMPEZA

 De uma leitora devidamente identificada recebemos a informação que se segue e na qual a leitora, como outros comentaristas (*) lamenta o abandono que a Câmara está a dar a certas ruas de Alpiarça, que outrora eram o “espelho” de Alpiarça.

“Eu cresci nesta Avenida e recordo-me bem de como era bonita, havia regularmente mulheres que varriam as ruas, depois na devida altura passavam os homens para podarem e varejarem as arvores... que mais tarde davam belas flores cor-de-rosa... não era só na Avenida também nas outras ruas do concelho...
Mas, infelizmente hoje em dia só existe programa de limpeza para as ruas de visita, para mostrar que Alpiarça e linda e limpa.
Na verdade Alpiarça é linda, mas limpa nem por isso... mas pergunto a quem se encarrega de organizar a limpeza do Concelho.
Qual é o problema? Falta de funcionários? É que no desemprego existem muitas pessoas a precisar de trabalho.
Será que os impostos que os Alpiarcenses pagam não chegam para pagar o serviço???
 Sinceramente é lamentável... E por mais que as pessoas reclamem nada se faz... E por vezes ainda respondem " as folhas não são lixo" ou então "varra a frente da sua casa"
Mas, onde é que nós chegamos? Existem pessoas que simplesmente não o podem fazer e as folhas um Inverno inteiro diante da porta São LIXO SIM!”

Referente ao mesmo assunto, de uma outra leitora recebemos também a seguinte informação em que a autora lamenta o estado em que se encontra a Avenida Maria Xavier:

“Caro responsável do ‘Noticias de Alpiarça’:
…Custa-me muito principalmente pelos meus pais e vizinhos que são como da família ver e ter a avenida no estado em que se encontra porque a Câmara e Junta de Freguesia não a limpa nas devidas condições.
Ainda no outro dia a minha mãe se estava a lamentar.
Ela tem uma avançada osteoporose e já levou uma prótese no fémur e já tem falta de vista para poder realizar certas tarefas.
O meu pai infelizmente também está com um problema de saúde que não a pode ajudar
A minha vizinha do lado também foi operada há pouco tempo e a minha mãe é que varre a frente das duas casas um pouco como pode.
As folhas vão se acumulando e com a chuva ou a maresia ficam escorregadias. Só peço a Deus que a minha mãe nunca lá caia por causa do lixo, porque senão a limpeza vai lhes sair bem cara.
Infelizmente não me encontro por perto para os ajudar mas mesmo longe farei tudo o que posso…”
(*)

Sem comentários:

Enviar um comentário