quarta-feira, 8 de abril de 2020

"A Biblioteca ao seu Encontro" - Covid-19 | #FiqueEmCasa! Que nós entregamos à sua porta o que deseja ler, ver ou ouvir!




Pedido de empréstimo:
.
- Aceda ao catálogo on-line em: https://biblioteca.cm-alpiarca.pt/
- Além da pesquisa pode consultar as novidades aqui
- Aceda à sua "Área de Leitor" e faça sua reserva.
. 
Em alternativa, pode contactar-nos através do e-mail biblioteca@cm-alpiarca.pt
ou pelo telefone 243 559 110 (dias úteis das 9h30 às 18h00) e indicar-nos os títulos dos livros, DVD's ou CD's que pretende requisitar.
.
Os procedimentos no manuseamento dos documentos, tanto no ato de entrega como de recolha/devolução, serão da responsabilidade da Biblioteca Municipal de Alpiarça. Ambos irão obedecer às medidas de segurança recomendadas para estes contextos.
. 
Informações mais detalhadas da iniciativa e dos procedimentos, podem ser consultadas aqui 

sábado, 4 de abril de 2020

ALPIARÇA PRODUZ VISEIRAS DE PROTEÇÃO PARA UTILIZAÇÃO DE BOMBEIROS E PROFISSIONAIS DA SAÚDE E DE SERVIÇOS ESSENCIAIS



Os serviços do Município de Alpiarça estão desde há vários dias a produzir viseiras de proteção em impressora 3D que estão já a ser distribuídas pelo corpo de Bombeiros Municipais de Alpiarça e que serão de seguida entregues aos profissionais do Centro de Saúde, dos lares e dos serviços essenciais da autarquia.
A produção destes materiais segue ao ritmo que é tecnicamente possível (mais ou menos 1 viseira produzida por cada hora) e de acordo com a disponibilidade da matéria-prima necessária.
A Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) está também a produzir este tipo de equipamento de proteção para cedência prioritária ao Hospital Distrital de Santarém, utilizando as impressoras 3D do projeto PiiCiE LT.
CMA

sexta-feira, 3 de abril de 2020

APELO À POPULAÇÃO DE ALPIARÇA



Os nossos trabalhadores de recolha de resíduos e higienização do espaço público continuam na linha da frente para garantir a prestação do serviço.
Para que estes trabalhadores possam continuar a desempenhar as suas funções da melhor forma, e possam ser salvaguardados o seu bem estar e o das suas familias, solicito o apoio, a colaboração e o respeito de todos nós.

As nossas equipas de recolha têm-se deparado com deposição de sacos de lixo no chão junto aos contentores verificando-se que os mesmos ainda se encontram com capacidade disponível. A deposição no chão, contribui para promover a sujidade do espaço público e coloca sérios problemas de higiene e de risco para a saúde.
Estas equipas que diariamente saem à rua no desempenho das suas funções para que todos possamos ultrapassar este momento de pandemia são imprescindíveis.

Tendo em conta as medidas de mitigação do coronavírus, adote cuidados reforçados no acondicionamento dos resíduos sólidos urbanos:
Coloque os resíduos em sacos bem fechados para evitar fugas ou derrames e deposite-os dentro do contentor.
Nunca deposite resíduos indiferenciados ou seletivos fora dos contentores existentes.
Em virtude da pandemia faça a deposição do lixo a partir das 18h00, evitando desta forma que os detritos permaneçam na via pública por períodos prolongados.
Neste período particularmente sensível no que respeita à mitigação do Covid-19, evite a deposição na via pública de detritos volumosos, vulgarmente designados de “MONOS”, bem como de resíduos verdes.

Sugerimos que lave e desinfete as mãos depois de depositar os seus resíduos. Seja previdente e solidário.
A manutenção da recolha dos resíduos nunca foi tão importante como no atual momento.
A colaboração de todos é crucial, adotem comportamentos solidários e responsáveis.

Juntos vamos conseguir !!!
O Vereador do Pelouro
Carlos Jorge Pereira


CAF DE PÁSCOA 2020 | PLATAFORMA ONLINE




CAF DE PÁSCOA 2020 | PLATAFORMA ONLINE
EXPLORE COM OS SEUS FILHOS E PARTILHE NAS REDES SOCIAIS COM OS SEUS AMIGOS E FAMÍLIA!

O Município de Alpiarça desenvolveu através do seu Gabinete de Educação, no âmbito da CAF Páscoa 2020, uma plataforma que promove atividades online, dada a impossibilidade de estas serem realizadas presencialmente.

Neste momento de contingência em que as Escolas estão fechadas e devemos manter-nos sempre em casa, é essencial que também tenhamos tempo para brincar. Seja na varanda, no quintal, ou na sala de estar, existem muitas coisas que podemos fazer.

Criámos esta página para que diariamente possamos partilhar atividades, brincadeiras, experiências.
Estamos a fazer tudo o que estiver ao nosso alcance, para que estes dias em casa sejam os melhores de sempre!

VAMOS DIVERTIMO-NOS JUNTOS! CADA UM NA SUA CASA!



quinta-feira, 2 de abril de 2020

MENSAGEM DO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALPIARÇA Dr. Mário Fernando Pereira




"2 DE ABRIL - DIA DO CONCELHO DE ALPIARÇA
MENSAGEM DO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALPIARÇA Dr. Mário Fernando Pereira
2 de Abril de 2020

Caros conterrâneos Alpiarcenses,

Hoje é 2 de Abril – Dia do concelho de Alpiarça e feriado municipal. Independentemente do momento difícil que vivemos, os Alpiarcenses estão de parabéns! Aliás, também muito pela resposta positiva que estão a dar perante a dificuldade deste tempo, os Alpiarcenses estão de parabéns!

Passam 106 anos desde o Decreto que instituiu o nosso concelho, a 2 de Abril de 1914, culminando um processo de afirmação social e política e de desenvolvimento que justificou a autonomia municipal da nossa terra, permitindo que se constituísse como entidade autárquica.

Ao longo deste último século muitas gerações de Alpiarcenses, muitas mulheres e homens deram vida a este sonho de autonomia, concretizando-o, tornando-o realidade: pelo trabalho produtivo, criando riqueza e desenvolvimento; pela dedicação a causas de mobilização colectiva e de serviço aos outros; pela determinação com que abordaram inúmeros problemas e necessidades comuns e transformaram o concelho para melhor; pelas ideias progressistas; e pela valorosa história de luta contra a exploração e a opressão, pela liberdade, a democracia, o progresso social – aspectos que tornaram Alpiarça símbolo e referência no País.

Numa outra situação, naturalmente que hoje estaríamos em festa, comemorando com diversas iniciativas esta data maior do calendário da nossa comunidade. Teríamos ouvido os tradicionais morteiros anunciadores do feriado municipal, logo pelo início da madrugada; teríamos ao longo do dia actividades com música e diversos espectáculos de animação, envolvendo a população; realizaríamos a sessão comemorativa formal, com a habitual entrega das Medalhas Municipais, reconhecendo os que, de entre todos, mais se destacaram aos diversos níveis da nossa vida colectiva; teríamos a inauguração e a reabertura do Mercado Municipal e do Largo Dr. José António Simões, requalificados, após as obras que têm decorrido nos últimos meses; teríamos o arranque do 1ª Festival Gastronómico de Alpiarça, até ao próximo Domingo, nesse espaço mais bonito e acolhedor do Mercado Municipal requalificado, com a mostra e degustação dos pratos mais tradicionais do nosso povo, com a devida animação cultural.

Mas o combate à pandemia do CoVid-19 não o permite. A dura realidade obriga-nos a todos a um outro programa, muito diferente. A exigência do momento faz-nos viver este Dia 2 de Abril como mais um dia de resistência, de combate à doença e de agilização de formas de apoio aos que neste quadro mais precisam.

Os Alpiarcenses têm-se mostrado à altura das enormes exigências que se nos colocam; têm dado uma resposta muito positiva de forma a podermos em conjunto ultrapassar as dificuldades. Desde logo demonstrando um comportamento geral de responsabilidade e de civilidade perante os apelos ao recolhimento e à colaboração neste desígnio comum. Mas também com mostras de enorme determinação e solidariedade por parte de muitos que têm de continuar a trabalhar em sectores fundamentais para a vida do concelho, na ajuda aos outros e no funcionamento do País.

Os trabalhadores das autarquias locais – Município e Freguesia – têm dado um exemplo notável de empenho, solidariedade e comprometimento para com o serviço público, para com a população, a todos os níveis, e contam com o apoio activo de todos os eleitos do Poder Local democrático nos órgãos autárquicos.

Estamos confiantes que este espírito de mobilização e de solidariedade se irá manter durante a fase mais difícil desta luta e que irá perdurar no momento seguinte, de desejável recuperação.

Este ano é assim o nosso Dia 2 de Abril – feriado municipal de Alpiarça.
Para o ano que vem terá de ser – será certamente – bem melhor!
Juntos vamos conseguir!

Viva o concelho de Alpiarça!
Viva Portugal!"

segunda-feira, 30 de março de 2020

ÁGUAS DO RIBATEJO APROVA MEDIDAS DE APOIO NO VALOR DE 500.000 EUROS



A situação que vivemos atualmente, derivada da pandemia da Covid-19, foi o tema principal da reunião que juntou os Presidentes das sete Câmaras Municipais que integram a empresa intermunicipal Águas do Ribatejo (Almeirim, Alpiarça. Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Torres Novas) no passado Sábado, dia 28 de março.
Para além das implicações em matéria de saúde pública, esta pandemia veio provocar um conjunto alargado e variado de constrangimentos à vida das famílias, empresas e instituições, alguns dos quais com forte impacto na sua situação económico-financeira.
Assim, neste momento difícil, e com base no espírito de solidariedade e de responsabilidade social que têm sido pilares fundamentais na vida da Águas do Ribatejo, entendemos ser nosso dever apoiar aqueles que mais precisam, mitigando os impactos decorrentes da situação atual.
Esse apoio será materializado através de um pacote de medidas excecionais para apoio às famílias, às empresas e às instituições, cujo impacto financeiro rondará os 500.000 euros para os próximos 3 meses. que mereceu a aprovação, por unanimidade, na reunião que juntou os sete Presidentes de Câmara.
Para as famílias cujo rendimento tenha sofrido uma redução acentuada e que, por esse facto, se encontrem em situação de vulnerabilidade económico-financeira, será concedida uma isenção (total ou parcial) das tarifas fixas de abastecimento de água e de saneamento.
As empresas que, por imposição legal, se viram obrigadas a encerrar ou a reduzir significativamente a sua atividade, poderão beneficiar da isenção das tarifas fixas de água e saneamento.
Será ainda concedido um apoio às instituições e agremiações privadas de beneficência, culturais, desportivas, sem fins lucrativos e outras de interesse público, que se traduzirá na isenção das tarifas fixas de água e saneamento.
Estas medidas excecionais, para apoiar os mais afetados por esta pandemia de COVID-19 e pelos constrangimentos decorrentes do Estado de Emergência, representam um esforço significativo por parte da empresa, e poderão vir a implicar um ajustamento dos planos, nomeadamente em termos dos investimentos previstos para este ano.
De acordo com a posição manifestada pelos Presidentes de Câmara, a estas medidas poderão vir a juntar-se outras, no âmbito dos Resíduos Sólidos Urbanos, que carecem ainda de discussão nas respetivas Câmaras Municipais.
Importa ainda salientar que, para além destas medidas, a AR continua a ter disponível um Tarifário Social e um Tarifário para Famílias Numerosas.

FARMÁCIA? LIGUE 1400




  • Linha telefónica gratuita para encomenda de medicamentos
  • Utentes escolhem a farmácia, fármacos entregues em casa
  • Grupos de risco devem encomendar tudo à distância

Já está em funcionamento, em todo o continente e ilhas, a linha telefónica gratuita que garante o acesso a medicamentos com aconselhamento farmacêutico 24 horas por dia.

Quem necessitar de medicamentos basta ligar 1400, de qualquer rede móvel ou fixa, e fazer a sua encomenda. As chamadas são gratuitas. Há diversas modalidades de entregas ao domicílio garantidas em todo o país.

O 1400 é especialmente recomendado às pessoas que, pela sua idade ou condição de saúde, se devem abster de qualquer saída à rua durante a pandemia de COVID-19. Com uma chamada telefónica podem encomendar quaisquer medicamentos e produtos de farmácia. O centro de atendimento dará prioridade à satisfação dos pedidos de doentes crónicos e pessoas com mais de 60 anos.

A linha pode ainda ser usada para planear visitas à farmácia. O serviço 1400 garantirá a cada português que terá à sua espera, na farmácia da sua preferência, todos os medicamentos e produtos de saúde de que necessita, com especial atenção aos mais urgentes.

«As farmácias montaram em tempo record um serviço farmacêutico telefónico de abrangência nacional. Todos devemos evitar sobrecarregar a linha com pedidos desnecessários, para ser possível responder de imediato às necessidades urgentes e das pessoas mais frágeis», apela Paulo Cleto Duarte, presidente da Associação Nacional das Farmácias (ANF).

A escolha da farmácia cabe a cada cidadão. O atendimento telefónico informa quais as farmácias mais próximas com os medicamentos disponíveis. Antes de libertar qualquer encomenda, a farmácia escolhida contacta sempre o utente para o esclarecer quanto aos benefícios, riscos e instruções a seguir para o bom uso dos medicamentos.

As farmácias garantem a dispensa de medicamentos ao domicílio, em todo o país, com serviços próprios, em pareceria com autarquias, IPSS e os CTT.

«A pandemia pode ter colocado em causa as visitas à farmácia, mas jamais o serviço farmacêutico completo e seguro. As farmácias continuam próximas de qualquer português, a cada segundo que passa», garante o presidente da ANF.

O serviço SAFE 1400 cumpre as boas práticas de farmácia e de distribuição, testadas em projetos-piloto que decorreram em Bragança e Loures.

Infetada teve alta hospitalar mas ninguém para a ir buscar




A mulher de Alpiarça que estava hospitalizada com COVID-19 teve alta este sábado, 28 de março, pouco antes das 12 horas, com ordens para ser colocada em isolamento profilático em casa, mas o próprio Hospital não se lembrou de assegurar o transporte para a sua residência.



A situação só se resolveu já durante a tarde, quando o marido, que também está isolado em casa com infeção pelo novo coronavírus, expôs a sua indignação nas redes sociais.
O homem, residente na Gouxaria, publicou na sua página no Facebook uma “carta aberta à sra. Ministra e diretora da saúde” onde expôs a sua indignação e revolta com a situação, e só a partir daí “começaram a telefonar uns para os outros, para resolver o problema”, segundo explicou o próprio à Rede Regional.
Após receber uma chamada do Hospital de Santarém a informar da alta, o marido, que não pode sair de casa por estar infetado, tentou assegurar transporte junto dos Bombeiros de Alpiarça, que alegaram não ter pessoal para assegurar o serviço, e de Almeirim, que não prestam este serviço no concelho vizinho.
Seguiram-se, segundo conta, a GNR, que o avisou que seria crime quebrar a quarentena para ir buscar a mulher, e o Serviço de Proteção Civil do município, que também não arranjou qualquer solução.
O próprio filho, que lhe tem estado a prestar assistência desde que foi colocado em isolamento, no passado dia 25 de março, também está impedido de ir buscar a mãe pelo risco de contágio.
“A situação só ganhou algum andamento quando falei mais alto com uma médica do hospital, porque eles têm que perceber que não podem empurrar uma pessoa para a rua desta maneira, ainda por cima com este problema de saúde”, relatou à Rede Regional.
Ao fim de várias horas, a mulher acabou por ser transportada numa ambulância dos Bombeiros Voluntários de Pernes, solicitada pelo Hospital.
A paciente, que esteve estes três dias internada sobretudo por precaução, uma vez que tem problemas de oxigenação no sangue, apresenta um quadro clínico favorável, e vai continuar a recuperação em casa, em situação de isolamento.
«Rede Regional»

terça-feira, 24 de março de 2020

CÂMARA DE ALPIARÇA ISENTA PAGAMENTO DE RENDAS EM HABITAÇÕES MUNICIPAIS E RENDAS E TAXAS DE ESPAÇOS COMERCIAIS PROPRIEDADE DA AUTARQUIA


 Medidas de apoio à população e ao comércio local

Na sequência de outras medidas de apoio à população do concelho de Alpiarça já implementadas no decurso da situação de emergência que vivemos, a Câmara Municipal de Alpiarça decidiu um conjunto de novas medidas:
. ISENTAR O PAGAMENTO DE RENDAS MENSAIS DE HABITAÇÕES PROPRIEDADE DO MUNICÍPIO no concelho;
. ISENTAR O PAGAMENTO DE RENDAS MENSAIS DOS ESPAÇOS COMERCIAIS PROPRIEDADE DO MUNICÍPIO;
. ISENTAR O PAGAMENTO DE RENDAS MENSAIS DOS ESPAÇOS CONCESSIONADOS pelo Município;
. ISENTAR O PAGAMENTO DAS TAXAS DE UTILIZAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO PARA ESPLANADAS (proposta para a Assembleia Municipal);
. ISENTAR O PAGAMENTO DE BANCAS E LOJAS no MERCADO MUNICIPAL (proposta para a Assembleia Municipal).

As isenções irão VIGORAR POR UM PERÍODO DE 60 DIAS, sem prejuízo de vir a ser prorrogado, de acordo com a avaliação da situação do momento.
«CMA»

Reunião do Núcleo Executivo do Conselho Local de Ação Social de Alpiarça



Reuniu ontem, 23 de Março, o Núcleo Executivo do CLAS com a coordenação da Câmara Municipal de Alpiarça e participação de todos os seus parceiros, Junta de Freguesia de Alpiarça, Segurança Social, Saúde (UCC Alpiarça), CPCJ, Equipa de RSI, Agrupamento de Escolas, ARPICA e Fundação José Relvas.
Foi feito o balanço da situação social decorrente da pandemia de COVID 19, onde cada um dos parceiros deu nota dos procedimentos que tem desenvolvido no âmbito da ação social.
Foram definidas estratégias de ação para eventuais problemas que possam surgir nos próximos tempos no sentido de assegurar uma articulação entre todos os parceiros na resposta às necessidades da população mais vulnerável aos efeitos da pandemia.
«CMA»

segunda-feira, 23 de março de 2020

Hortas Ribatejanas...


Por: Manuel Dacosta

Porventura, uma velha forma de reagir a uma crise inevitável.
Prezados amigos, não vou enveredar aqui por repetir aqueles conselhos e chavões que já todos conhecem. Como todos também sabemos, a prevenção continua a ser a forma mais eficaz de combater qualquer mal. Este é invisível, o que requer uma maior atenção da nossa parte. Cuidado com a (des)informação que sempre aparece em momentos como este. Cuidado com o aproveitamento económico e político de alguns aventureiros, parasitas e vigaristas que vêem nestes momentos de "fragilidade social" uma oportunidade para fazer valer os seus mais secretos intentos. Vamos seguir à risca as medidas impostas pelas autoridades sanitárias e técnicos de saúde. Vamos respeitar as autoridades que protegem os nossos bens e as nossas gentes. Nada de pânico, nada de medo, mas sejamos diligentes e precavidos! Vamos agir com calma e serenidade no mais estrito bom senso, aquele que sempre caracterizou o Povo Lusitano. Só assim venceremos este inimigo comum.
Um grande abraço virtual a todos vós.

Post Scriptum: Se não me virem por aqui e por aí, estarei com certeza a cumprir a minha parte. Quiçá, a ajudar a D. Branca a tratar da horta.
Cuidem-se! Não facilitem o inimigo. Obrigado a todos.

Comunicado PS Alpiarça


Caras e Caros Alpiarcenses,

1. Enfrentamos, por estes dias, uma das mais graves epidemias de que há memória. Nestes momentos, quem está ao serviço da política e da causa pública deve ser exemplar na sua atitude e disponibilidade.
2. Assim, em todas a dimensões da nossa vida, enquanto pessoas, pais ou mães, profissionais ou, neste caso, como representantes daqueles que nos elegeram, é nossa obrigação manter a calma e ter o bom senso de agir em conformidade com aquilo que for melhor para todos.
3. Enquanto eleitos pelos Alpiarcenses, os vereadores do PS, eleitos da Assembleia Municipal, e da Assembleia de Freguesia não se esquecem das suas obrigações no domínio público e no do bem-estar de todos aqueles que em si confiaram.
4. Razão pela qual, em mail enviado ao Sr. Presidente da Câmara de Alpiarça, se disponibilizaram para todas as tarefas que se considerem necessárias à garantia do bem-estar da população, bem como avançaram propostas e sugestões relativamente às medidas a adotar, que têm sido sempre bem recebidas e consideradas pela Câmara.
5. Neste momento da vida de todos nós e nos tempos que se avizinham, as lutas não são partidárias ou ideológicas, mas contra um inimigo comum. É muito maior aquilo que nos une do que aquilo que nos separa!
5. Os eleitos do PS estão solidários com todas as medidas que ao longo deste processo têm vindo a ser tomadas, dia a dia, consoante as necessidades, no Concelho de Alpiarça.
6. Para nós, é tempo de unir esforços e contribuir ativamente para que a tormenta que agora vivemos se ultrapasse com o menor número de perdas e para que possamos, no momento seguinte, ajudar a reerguer famílias e empresas.
7. Estamos ao vosso dispor para ajudar quem necessitar de fornecimento de bens ou serviços, sobretudo aos mais idosos e às pessoas com mobilidade reduzida.
Contactos:
Vereadora Sónia Sanfona – 917 667 427
Vereador António Moreira – 913 399 933

9 – Apelamos para que todos, sem exceção, assumam este desígnio de se protegerem e, dessa forma, protegerem os outros, ficando em casa e cumprindo as orientações das autoridades de saúde. Só assim venceremos este difícil desafio que nos está colocado.
O Partido Socialista de Alpiarça,

Município de Alpiarça - Informações sobre ações e medidas preventivas de contingência ao COVID-19




O Município de Alpiarça, vem por este meio disponibilizar links de conteúdos informativos sobre as ações e medidas que tem vindo a colocar em prática, como forma preventiva de contingência ao COVID-19.


- Informação de encerramento de serviços:

- Atendimento presencial ao público suspenso:

- Criação de linhas de apoio social a residentes no Concelho, a partir dos 65 anos e pessoas com doenças crónicas consideradas de risco.

- Sensibilização de ações responsáveis, com o apelo à gestão de resíduos domésticos, por uma questão de saúde pública

- O Município garante aos alunos do pré-escolar e 1º ensino básico com "escalão A" os apoios da ação social, fazendo a entrega das refeições escolares.

- Biblioteca Municipal desenvolve a actividade "Quarentena Lúdica" com transmissão de atividades através das redes sociais.

- Encontra-se também em fase de preparação, pelos responsáveis do gabinete de desporto do Município, o desenvolvimento de actividades desportivas com o tema "estás em casa? então mexe-te!", que irão funcionar no mesmo molde das atividades da Biblioteca Municipal, com a publicação periódica nas redes sociais, de exercícios promovendo a atividade física em casa durante esta fase de quarentena.

- Alpiarça desenvolve a primeira Ação de desinfeção do Concelho, num período noturno.

- Alpiarça desenvolve a segunda Ação de desinfeção do Concelho, durante a tarde de sábado do dia 21 de Março, Com a participação do Presidente da Câmara, Presidente da Junta de Freguesia e todos os seus Vereadores, numa ação conjunta com as equipas das autarquias, bem como, dos Bombeiros Municipais, População e Agricultores locais.

domingo, 22 de março de 2020

Presidente da República falou com o Presidente da Câmara de Alpiarça



Caros(as) amigos(as),
Acabei de receber uma chamada telefónica do Sr. PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, a quem tive a honra de informar da evolução da situação no nosso concelho e das medidas tomadas em Alpiarça, quer as que têm em vista a contenção do COVID-19 quer as de apoio social à população.
De entre estas foi com grande satisfação e orgulho que transmiti a forma CIVICAMENTE RESPONSÁVEL com que as pessoas têm respeitado as indicações relativas à prevenção e, acima de tudo, a RESPOSTA SOLIDÁRIA DA NOSSA COMUNIDADE às acções que têm sido desenvolvidas, com destaque para a DESINFECÇÃO dos espaços públicos em todo o concelho -- iniciativa esta que era já do conhecimento do Presidente da República e que mereceu o seu aplauso.

Aproveito ainda para vos informar que NÃO EXISTE NENHUMA SITUAÇÃO DE COVID-19 registada no concelho de Alpiarça, conforme informação que obtive há poucos minutos junto da Autoridade Pública de Saúde.
FIQUEM EM CASA !
Um abraço,
Mário Fernando Pereira

sábado, 21 de março de 2020

JÁ COMEÇOU A SEGUNDA AÇÃO DE DESINFEÇÃO DO CONCELHO DE ALPIARÇA

RUAS, PASSEIOS E ESPAÇOS PÚBLICOS Estas ações irão ser repetidas sempre que se considere necessário. Esta é uma medida preventiva de contingência ao COVID-19 EVITE SAIR DE CASA... AO FAZÊ-LO TAMBÉM ESTÁ A AJUDAR A COMBATER O COVID-19!

sexta-feira, 20 de março de 2020

NÃO SE ASSUSTE SE DURANTE A NOITE OUVIR BARULHOS ESQUISITOS



Apesar de NÃO EXISTIR QUALQUER CASO DE COVID-19 EM ALPIARÇA (dado confirmado pela Autoridade Pública de Saúde em contacto realizado há poucos minutos), a partir da noite de hoje será iniciada uma ACÇÃO DE DESINFECÇÃO de ruas, passeios e espaços públicos em todo o concelho, numa MEDIDA DE PREVENÇÃO e contingência.


Esta acção vai ser desenvolvida pelos TRABALHADORES DAS AUTARQUIAS e por um conjunto de AGRICULTORES do concelho que se voluntariaram e disponibilizaram tractores e pulverizadores.

À SOLIDARIEDADE dessas pessoas muito ficaremos todos gratos.


«De: Mário Pereira/Presidente da C.M. Alpiarça»

A GNR no combate ao COVID-19



Tal como todas as Instituições e todos os portugueses, a Guarda Nacional Republicana e os seus militares e civis sentiram-se, nas últimas  semanas, na obrigação de ajustar o seu funcionamento e as suas rotinas, a fim de manter uma capacidade de resposta condicente com as necessidades do País, neste período de pandemia como o que vivemos.
Mais do que o habitual policiamento de proximidade, os militares da GNR têm procurado potenciar as suas capacidades distintivas, caraterísticas de uma força de segurança de natureza militar, no que diz respeito à segurança e vigilância do Território Nacional, monitorizando movimentos e controlando fronteiras, através de afetação diária de mais de 500 militares. Assim, tem sido implementado um reforço das cadeias logísticas em prol da autossuficiência do dispositivo operacional, bem como canalizadas todas as valências policiais no apoio à população, nomeadamente no suporte à primeira linha da saúde, na proteção de áreas e no apoio à população idosa, sobretudo a que vive sozinha e isolada. 
Destaca-se o apoio diferenciado que a Saúde Militar da Guarda, em concreto, o seu Centro Clínico, tem prestado aos militares no desempenho das suas tarefas policiais, designadamente no esclarecimento dos procedimentos a adotar no contacto com pessoas suspeitas de estarem infetadas com COVID-19; na distribuição de mais de 28 mil kits de Equipamento de Proteção Individual (EPI), e na criação de uma sala de situação que monitoriza e apoia, 24 horas por dia, os militares com sintomas de doença (COVID-19 ou outras), com o objetivo de garantir, a todo o tempo, uma maximização do nível de operacionalidade do efetivo da Guarda.
Na vertente operacional, para além da resolução das mais diversificadas ocorrências do dia-a-dia pelas patrulhas do dispositivo territorial numa presença permanente sob quaisquer condições meteorológicas, os militares da Guarda têm desenvolvido uma série de ações, através das diferentes valências policiais e especialidades, no sentido de contribuir para a resolução dos problemas que o país e a sua população enfrentam, destacando-se a realização diária de mais de 1.800 patrulhas, nas quais têm sido percorridos uma média diária superior a 120.000 Km.
Face ao que antecede, e no uso do largo espetro de competências atribuídas à GNR, a Unidade de Controlo Costeiro tem garantido a vigilância de portos e de todos os pontos de entrada no país por via marítima, tanto no continente, como nas ilhas. A Unidade de Ação Fiscal tem reforçado o controlo da fronteira terrestre, através de meios diferenciados, no que diz respeito a passagens não autorizadas. A Unidade de Emergência de Proteção e Socorro tem apoiado o dispositivo territorial e de trânsito, na monitorização de movimentos e no controlo de fronteiras, bem como participado na garantia de cerca sanitária. Além disso, mantém preparada a sua especialidade NRBQ (Nuclear, Radiológico, Biológico e Químico), de modo a proceder à descontaminação de materiais e espaços, sempre que lhe seja solicitado. Como último reduto, a Unidade de Intervenção, tem preposicionado os seus meios, no sentido de dar uma resposta à necessidade de uma imediata projeção e intervenção em qualquer ponto do país, seja para garantia da ordem pública, para efetuar escoltas de segurança ou proteção de pontos críticos.
Os militares da Guarda, com tranquilidade e serenidade, procurarão manter ininterruptamente a sua capacidade operacional, adaptando-se à nova realidade, e procurando ir ao encontro daa necessidades dos Portugueses. Infelizmente, e porque o vírus não escolhe profissões, idades ou géneros, contamos neste momento com dois militares infetados, três com suspeita de infeção, 57 em quarentena e 77 em avaliação.
Todos somos importantes para vencer este momento. Juntos vamos conseguir. Os Portugueses, a quem apelamos que fiquem em casa, podem continuar a contar com a sua Guarda!

quarta-feira, 18 de março de 2020

FIQUE EM CASA...



FIQUE EM CASA...
PROTEJA-SE A SI E AOS OUTROS!
SÓ ASSIM PODEMOS PARAR O COVID-19
«CMA»

terça-feira, 17 de março de 2020

ASAE apreende taxímetros ilegais em Alpiarça e Santarém


A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu dois taxímetros por falta de controlo metrológico em Alpiarça e Santarém.
Segundo a ASAE, os equipamentos, apreendidos em táxis destas duas localidades, têm um valor aproximado de mil euros.
«Rede Regional»

domingo, 15 de março de 2020

ATENDIMENTO AO PÚBLICO PRESENCIAL SUSPENSO TEMPORARIAMENTE A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA DIA 16 DE MARÇO DE 2020!


SEJA PRUDENTE, LIGUE!

Caso tenha um assunto a tratar com os nossos serviços que seja inadiável, utilize os seguinte contactos:
Tel.:243 559 100 (GERAL)
Tlm. 964 169 268 (Alternativo)
E-mail (1): atendimento@cm-alpiarca.pt
E-mail (2): expediente@cm-alpiarca.pt
Esta é uma medida preventiva do Plano de Contingência do Município de Alpiarça, agradecemos a sua compreensão.
CMA

ÁGUAS DO RIBATEJO SUSPENDE ATENDIMENTO PRESENCIAL


atendimento AR.JPG


Tendo em consideração o contexto relativo à pandemia COVID-19, a AR aprovou e implementou um Plano de Contingência que visa: 

  • Mitigar eventuais riscos para a saúde de todos os colaboradores, clientes, parceiros e, naturalmente, para a comunidade em geral.

  • Dar continuidade ao serviço de abastecimento e saneamento.

Assim e a partir de dia 16 de março, segunda-feira, o atendimento presencial nas unidades comerciais, ficará suspenso pelo menos até dia 31 de março de 2020.

Relembramos que devem ser considerados como preferenciais os seguintes meios de pagamento:

  • Rede Multibanco
  • Balcões CTT;
  • Payshop;

Relativamente a outros assuntos tais como contratação, informações e outros deverão ser utilizados os seguintes contactos:
Atendimento telefónico
  • Geral

o 263 509 400 – dias úteis das 9:00 às 18:00

  • Leituras

o 808 20 20 11 – 24 horas

  • Roturas na Via Pública/ Faltas de Água

o 808 20 20 11 – dias úteis das 9:00 às 18:00

o 800 20 20 40 – dias úteis das 18:00 às 9:00 e sábados, domingos e feriados, 24 horas
Email
Correio

Salvaterra de Magos, 13 de março de 2020

Nelson Lopes
Gabinete de Comunicação
AR - Águas do Ribatejo, EIM SA
T | 263509432
TM | 927803302

sexta-feira, 13 de março de 2020

Covid-19: As 30 medidas decretadas pelo Governo que vão mexer com as nossas vidas

ovid-19: As 30 medidas decretadas pelo Governo que vão mexer com as nossas vidas

O Conselho de Ministros aprovou hoje um conjunto de medidas extraordinárias e de caráter urgente de resposta à situação epidemiológica do novo Coronavírus – COVID 19. Atendendo à emergência de saúde pública de âmbito internacional, declarada pela Organização Mundial de Saúde no dia 30 de janeiro de 2020, bem como à classificação do vírus como uma pandemia, no dia 11 de março de 2020, importa acautelar, estrategicamente, a previsão de normas de contingência para a epidemia SARS-CoV-2, e assegurar o tratamento da doença no Serviço Nacional de Saúde (SNS), através de um regime legal adequado a esta realidade excecional, em especial no que respeita a matéria de contratação pública e de recursos humanos.
Neste sentido, o Conselho de Ministros tomou um conjunto de medidas para garantir o estado de prontidão do SNS:
  • Regime excecional em matéria de recursos humanos, que contempla:
(i) suspensão de limites de trabalho extraordinário;
(ii) simplificação da contratação de trabalhadores;
(iii) mobilidade de trabalhadores;
(iv) contratação de médicos aposentados sem sujeição aos limites de idade.
  • Regime de prevenção para profissionais do setor da saúde diretamente envolvidos no diagnóstico e resposta laboratorial especializada.
  • Regime excecional para aquisição de serviços por parte de órgãos, organismos, serviços e entidades do Ministério da Saúde.
  • Regime excecional de composição das juntas médicas de avaliação das incapacidades das pessoas com deficiência.
O Conselho de Ministros aprovou ainda medidas de apoio à proteção social dos trabalhadores e das suas famílias:
  • a atribuição de faltas justificadas para os trabalhadores por conta de outrem e trabalhadores independentes que tenham de ficar em casa a acompanhar os filhos até 12 anos;
  • o apoio financeiro excecional aos trabalhadores por conta de outrem que tenham de ficar em casa a acompanhar os filhos até 12 anos, no valor de 66% da remuneração base (33% a cargo do empregador, 33% a cargo da Segurança Social);
  • o apoio financeiro excecional aos trabalhadores independentes que tenham de ficar em casa a acompanhar os filhos até 12 anos, no valor de 1/3 da remuneração média;
  • o apoio extraordinário à redução da atividade económica de trabalhador independente e diferimento do pagamento de contribuições;
  • a criação de um apoio extraordinário de formação profissional, no valor de 50% da remuneração do trabalhador até ao limite do Salário Mínimo Nacional, acrescida do custo da formação, para as situações dos trabalhadores sem ocupação em atividades produtivas por períodos consideráveis;
  • a garantia de proteção social dos formandos e formadores no decurso das ações de formação, bem como dos beneficiários ocupados em políticas ativas de emprego que se encontrem impedidos de frequentar ações de formação;
  • a equiparação a doença da situação de isolamento profilático durante 14 dias dos trabalhadores por conta de outrem e dos trabalhadores independentes do regime geral de segurança social, motivado por situações de grave risco para a saúde pública decretado pelas entidades que exercem o poder de autoridade de saúde. Com esta alteração, os trabalhadores a quem seja decretada, pela autoridade de saúde, a necessidade de isolamento profilático terão assegurado o pagamento de 100% da remuneração de referência durante o respetivo período;
  • a atribuição de subsídio de doença não está sujeita a período de espera;
  • a atribuição de subsídios de assistência a filho e a neto em caso de isolamento profilático sem dependência de prazo de garantia.
O Conselho de Ministros aprovou ainda um conjunto de medidas destinadas a assegurar a mitigação dos impactos económicos, quer do lado do apoio à tesouraria das empresas quer da proteção dos postos de trabalho, nomeadamente através da criação de:
  • linha de crédito de apoio à tesouraria das empresas de 200 milhões €;
  • linha de crédito para microempresas do setor turístico no valor de 60 milhões €;
  • lay off simplificado: Apoio extraordinário à manutenção dos contratos de trabalho em empresa em situação de crise empresarial, no valor de 2/3 da remuneração, assegurando a Segurança Social o pagamento de 70% desse valor, sendo o remanescente suportado pela entidade empregadora;
  • bolsa de formação do IEFP;
  • promoção, no âmbito contributivo, de um regime excecional e temporário de isenção do pagamento de contribuições à Segurança Social durante o período de lay off por parte de entidades empregadoras;
  • medidas de aceleração de pagamentos às empresas pela Administração Pública;
  • PT 2020:
i) Pagamento de incentivos no prazo de 30 dias
ii) Prorrogação do prazo de reembolso de créditos concedidos no âmbito do QREN ou do PT 2020.
iii) Elegibilidade de despesas suportadas com eventos internacionais anulados.
incentivo financeiro extraordinário para assegurar a fase de normalização da atividade (até um Salário Mínimo por trabalhador).
  • reforço da capacidade de resposta do IAPMEI e do Turismo de Portugal na assistência ao impacto causado pelo COVID-19.
  • prorrogação de prazos de pagamentos de impostos e outras obrigações declarativas.
O CM decidiu ainda tomar diversas medidas de organização e funcionamento dos serviços públicos e outro tipo de estabelecimentos:
    • a suspensão de todas as atividades letivas e não letivas presenciais nas escolas de todos os níveis de ensino a partir da próxima segunda-feira dia 12 de março;
    • a organização dos serviços públicos, nomeadamente o reforço dos serviços digitais, o estabelecimento de limitações de frequência para assegurar possibilidade de manter distância de segurança e a centralização de informação ao cidadão sobre funcionamento presencial de serviços;
    • a aceitação, por parte das autoridades públicas, e para todos os efeitos legais, da exibição de documentos cujo prazo de validade expire durante o período de vigência da presente legislação ou nos 15 dias imediatamente anteriores ou posteriores;
    • a restrição de funcionamento de discotecas e similares;
    • a proibição do desembarque de passageiros de navios de cruzeiro, exceto dos residentes em Portugal;
    • a suspensão de visitas a lares em todo o território nacional;
    • os centros comerciais e supermercados vão estabelecer limitações de frequência para assegurar possibilidade de manter distância de segurança.
Finalmente, o MAI e MS vão declarar hoje o estado de alerta em todo o País, colocando os meios de proteção civil e as forças e serviços de segurança em prontidão.
O comunicado do Conselho de Ministros é acompanhado de um quadro com as “medidas extraordinárias de contenção e mitigação do coronavírus”. Pode ver aqui.
«Executiv/Sapo»