quinta-feira, 25 de maio de 2017

Director Geral da Monliz desmente noticia


"Na qualidade de Diretor Geral da Monliz venho desta forma insurgir-me contra a divulgação de uma notícia falsa, não tendo sido feito qualquer esforço na comprovação da veracidade da mesma junto da empresa. Teríamos todo o gosto em desmentir veementemente a mesma e afirmar o orgulho que temos em estar localizados no centro de uma região agrícola de excelência a nível mundial. Solicito a publicação deste desmentido em todos os suportes que utilizaram para a divulgação da mesma. Mauro Cardoso."

PRESIDENTE DA CÂMARA DESMENTE QUE A MONLIZ PONDERE MUDAR AS SUAS INSTALAÇÕES PARA ESPANHA


Relativamente à noticia  publicada com o titulo “MONLIZ: UMA EMPRESA EM CRESCIMENTO CONSTANTE”  o presidente da Câmara enviou-nos um esclarecimento onde informa o seguinte:

A Câmara não tem nenhum processo pendente da Monliz. Após contacto imediato por parte da Câmara, a Monliz desmente quaisquer eventuais impactos negativos e o alarme social a partir de dados falsos.

MONLIZ: UMA EMPRESA EM CRESCIMENTO CONSTANTE




A MONLIZ é uma empresa produtora de legumes congelados que acompanha todo o ciclo desde a escolha das sementes até ao embalamento e distribuição dos produtos de forma a garantir produtos de alta qualidade para o fornecimento de clientes de retalho, restauração e industriais.
A fábrica situa-se na Zona Industrial de Alpiarça e face ao seu crescimento necessita de mais terreno para se expandir.
Sabemos que a MONLIZ já apresentou uma projeto à Câmara de forma a que esta disponibilize vários lotes de terreno na ZI.
Segundo conseguimos, saber de fonte segura, a resposta ao pedido da empresa produtora não tem tido a rapidez necessária por parte da autarquia.
Segundo a mesma fonte se o “impasse” continuar a existir a empresa poderá vir a ponderar mudar as suas instalações para Espanha o que a acontecer iria prejudicar o concelho de Alpiarça como várias centenas de produtores da região

Almoço-convívio dos trabalhadores do Município



Almoço-convívio de Quinta-feira da Ascensão dos trabalhadores do Município de Alpiarça, no Parque do Carril.
«M.P.»

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Alcatroamento de diversas ruas do concelho




Alcatroamento de diversas ruas do concelho, melhorando as condições de mobilidade e a imagem urbana. 
Cumprindo a programação definida no plano de actividades da Câmara, logo após conclusão dos procedimentos concursais para a empreitada -- e tendo por base as exíguas disponibilidades orçamentais --, está a decorrer a primeira fase do alcatroamento de várias vias da área urbana do concelho de Alpiarça. 
Começou-se por algumas das que apresentam maior desgaste: ruas João Afonso, Maria Luísa Falcão, Joaquim Nunes Ferreira (parte), António Silva Patrício, Carlos Relvas (parte) e Conselheiro Figueiredo Leal (parte).
«MP»

terça-feira, 23 de maio de 2017

FOLCLORE


Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e Emprego SI2E



No Convento de S.Francisco, em Santarém, durante a manhã de hoje, numa sessão sobre o Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e Emprego SI2E, promovido pela CCDR-Alentejo, com a colaboração da CIMLT, da APRODER e da Charneca Ribatejana.
«De:MP»

Deputados do AE de José Relvas



Momentos da sessão de trabalho da 1ª comissão do Parlamento dos Jovens (Ensino Básico) - sessão nacional. 

Com os deputados do AE de José Relvas - Alpiarça, pelo círculo eleitoral de Santarém, Eduardo Pereira e Sara Arêde, e a jornalista Ana Azinheira, na Assembleia da República. 
 Muito bem! Souberam representar com empenho e sentido de responsabilidade a escola, Alpiarça e o distrito de Santarém! Parabéns e bom trabalho para a sessão plenária de amanhã.
«Texto e fotos de: C.M.P.»

domingo, 21 de maio de 2017

ARTIGO DE OPINIÃO: Euforia de ser Português

Por:
RODOLFO COLHE

Presidente da Juventude Socialista
de
 Alpiarça


Durante muito tempo sentimos que ser português era um fado que tínhamos de carregar, muitas vezes achávamos até que era um fardo. Mas esse paradigma está a mudar e eu que assumo adorar o meu país, posso dizer que estou em euforia com Portugal. Num curto espaço de tempo, se considerarmos o tempo de vida do nosso país, vimos eleger António Guterres para Secretário-geral da ONU, um dos cargos com maior influência e que merece mais respeito por parte da comunidade internacional. No futebol vencemos pela primeira vez na história uma grande competição ao nível das equipas principais, ganhar o europeu e da forma que ganhamos foi, sem dúvida, uma prova de carácter ao mundo. Mais recentemente Salvador Sobral venceu o festival da Eurovisão, um prémio que nunca tínhamos conseguido trazer e que aliás, nunca nos tínhamos classificado nos 5 primeiros lugares. A seguir que iremos fazer? Pôr o primeiro homem em Marte? Se juntarmos a isso, todos os indicadores internos do nosso país tal como o défice mais baixo da nossa história, a enorme quebra dos valores do desemprego, a fortíssima procura de Portugal para turismo religioso, turismo gastronómico, turismo de praia, turismo de desporto (golfe e surf principalmente) e turismo de saúde. Não somos de forma alguma um país sem problemas, mas somos, sem dúvida, um país muito mais confiante.  Mas todas estas vitórias que nos envaidecem, também trazem muitas responsabilidades, e se no turismo essas responsabilidades estão ao nível da qualidade dos serviços e na criatividade e capacidade de aproveitar o que muito temos de bom, as outras vitórias devem-nos encaminhar para mudanças de mentalidade. O feito de António Guterres prova que o humanismo pode triunfar devemos pois faze-lo triunfar em Portugal. Na música devíamos passar a olhar muito mais para o que é nosso, e isso tem de partir tanto de quem ouve como de quem produz. No futebol, a nossa vitória no Euro deveria ter servido para mostrar o lado bom do desporto e entusiasmar as pessoas praticarem atividade física cada vez mais. Se não fizermos por manter o respeito que adquirimos, passaremos novamente a ser apenas história. É um orgulho ser Português.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Homem residente em Alpiarça condenado a 13 anos de prisão por abuso sexual de criança


O Tribunal de Santarém condenou um homem, residente em Alpiarça, a 13 anos de prisão por, ao longo de três anos, ter abusado sexualmente da enteada, aproveitando o facto de ficar sozinho em casa com a criança.
Numa nota publicada na página da Procuradoria da Comarca de Santarém, o Ministério Público afirma que a pena única de 13 anos de prisão resulta de ter sido dada como provada a prática de 150 crimes de abuso sexual de criança agravado.
Os factos ocorreram desde o segundo semestre de 2012, quando a criança tinha 10 anos, até 2015, ocorrendo os abusos, "em média, pelo menos, uma vez por semana".
A investigação foi dirigida pelo Ministério Público do Departamento de Investigação e Ação Penal de Santarém, coadjuvado pela Polícia Judiciária, não tendo o acórdão condenatório transitado ainda em julgado (por decorrer o prazo para eventual recurso para outra instância).
«DN»

RIBATEJO TURÍSTICO EM MOVIMENTO





Ao final da tarde em ALPIARÇA visita à QUINTA DA LAGOALVA 


Unidade com grandes potencialidades para olhas áreas do alojamento e animação turística 
Com o Presidente  da Câmara Municipal  Mário Pereira, Vice-presidente,Carlos Pereira e a equipa do Turismo de Portugal do Departamento de Apoio ao Investidor liderada pelo vogal do Conselho de Administração,Carlos Abade.
«Mário Pereira»

A Certificação dos restaurantes do concelho de Alpiarça



A Certificação dos restaurantes do concelho de Alpiarça foi o motivo da reunião da tarde de hoje, no auditório da Câmara, com a presença do Dr João Ferreira, da direcção da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo. 

Este processo de certificação resultará num Guia Gastronómico do Ribatejo que se irá constituir como um elemento essencial de promoção turística da região e de cada um dos seus concelhos, com o destaque promocional dos restaurantes dele integrantes, dos vinhos, dos pratos e doces tradicionais. 
Os representantes dos restaurantes marcaram uma significativa presença na sessão.
«Mário Pereira»

terça-feira, 16 de maio de 2017

Revitalização e Ampliação do Jardim Municipal



Visita às obras da empreitada de Revitalização e Ampliação do Jardim Municipal, que decorrem em toda a área a intervencionar, depois da ligeira alteração motivada pelo levantamento arqueológico e antropológico realizado por especialistas. 
Esta obra de regeneração do centro da vila será um elemento fundamental de melhoria da imagem urbana e na criação de novas condições de atractividade e de vivência colectiva.
«Mário Pereira»

AS "BARRACAS" DE SÓNIA SANFONA

Por: V. Vidigal

Segundo me disseram os deputados do PS na Assembleia da República andaram ontem com Sónia Sanfona candidata a presidente da Câmara de Alpiarça pelo PS a visitar vários locais de Alpiarça.
Um deles foi as “Barracas dos Pescadores” no Patacão.
Como já vai sendo hábito, para não variar, vão fazer parte das promessas eleitorais do PS/Alpiarça.
Isto é:
Se a Sónia Sanfona ganhar as barracas vão ser arranjadas e o Patacão requalificado.
Como se tal seja verdade ou possível.
Todos sabemos que há longas décadas todos prometem arranjar as barracas para tudo continuar na mesma
E todos sabemos que as barracas para poderem ser arranjadas precisam da autorização do (s) proprietários do terreno como todos sabemos que as barracas nem património municipal são, pelo que, quem prometer o arranjo das mesmas está-nos a enfiar mais uma valente peta como petas nos tem enfiado ao longo dos anos todos os candidatos a presidente da Câmara de Alpiarça.
Farto e cansado desta gente que teimam em continuar a “bater no ceguinho.”

AS TRETAS DO MUDA- Movimento de União pelo Desenvolvimento de Alpiarça


Por: V. Vidigal


Hoje andei nas arrumações. No meio do lixo, daquele que nos metem na caixa do correio a fazer publicidade às grandes áreas comerciais estava  um folheto de um denominado movimento de união pelo desenvolvimento de Alpiarça, noutras palavras: MUDA.
Claro que o folheto que estava perdido no lixo não muda nada porque não vai conseguir mudar nada.
No cabeçalho a fotografia de um ex-militante do Partido Socialista de Alpiarça que por nada justificar a sua militância na concelhia local foi em busca de uma nova oportunidade do também denominado movimento independente  “Todos Por Alpiarça” onde não passou de um modesto representante do movimento  na Assembleia Municipal para agora o militante Paulo Sardinheiro já ser o presidente do PSD de Alpiarça pois quer  vir a ser  presidente da Câmara de Alpiarça
Uma homem e um candidato  vindo de uma esquerda obscura sempre a mudar de direcção de forma a ver se consegue obter um qualquer  lugarzito de destaque numa qualquer estrutura  que lhe dê alguma notoriedade mesmo que, se for preciso, nas próximas eleições autárquicas (20219 se candidate pelo CDS ou algum partido de direita que possa aparecer.


Diz o mesmo candidato  ou   folheto, como queiram chamar porque é quase tudo a mesma coisa o  seguinte:
“…Lidero este Movimento porque me sinto preparado para assumir todas as responsabilidades inerentes a uma governação transparente e sustentável, sem despesismo e com  uma estratégia formada no desenvolvimento deste concelho.  Alpiarça merece mais credibilidade e as mesmas oportunidades que os concelhos vizinhos…”
A pergunta/convite que deixo a tão ilustre alpiarcense é que nos diga o que de útil já fez pela sua Alpiarça e o que promete fazer para que o concelho tenha as mesmas oportunidades que os concelhos vizinhos ou seja como vai fazer omeletes sem ter ovos?
O que esta gente que busca por um “El Dourado quer é apenas “tacho” porquanto não é capaz de dizer onde vai buscar dinheiro para fazer o quer que seja quando todos sabemos que   autarquia ainda continua endividada em cerca de nove milhões de euros, uma herança do partido de que já fez parte.
Aconselho aos alpiarcenses a terem cuidado com estes falsos “prometedores de promessas” senão ainda ficamos pior do que estamos.
Até o Slogan que o dito candidato usa  (que foi de esquerda, independente (???) e agora de direita) não é de confiança já que o autor do mesmo  é o Walt Disney um homem que sempre esteve ligado às palhaçadas.

Militares recuperam um Pit Bull Terrier perdido


O Comando Territorial de Santarém, através do Posto Territorial de Alpiarça, recuperou ontem, dia 15 de maio, em Alpiarça, um cão de raça Pit Bull Terrier, que vagueava pela via pública.

Os militares, durante o patrulhamento, verificaram a existência de um canídeo de raça potencialmente perigosa a circular pela via pública, tendo de imediato contactado a autoridade sanitária local, a qual, com o apoio de alguns militares do posto e com recurso a medicação e vulgo “laço” conseguiram imobilizar e transportar o animal para o canil municipal.

Por se estar perante um possível crime de abandono de animal potencialmente perigoso, irá realizar-se uma investigação

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Aplicação do Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Florestais


No Quartel dos Bombeiros Municipais de Alpiarça, na reunião sobre a aplicação do Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Florestais (DECIF) 2017 ao nível do território concelhio e da intervenção dos seus meios, com a participação das autarquias locais, do serviço de protecção civil e Bombeiros Municipais, bem como dos representantes dos três pilares da defesa da floresta: Autoridade Nacional de Protecção Civil, Instituto de Conservação da Natureza e Florestas e GNR.
«Mário Pereira»

domingo, 14 de maio de 2017

Deputados do Partido Socialista amanhã em Alpiarça




No âmbito da candidatura do Partido Socialista  à  Câmara Municipal de Alpiarça encabeçada pela candidata Sónia Sanfona uma  delegação de deputados do Partido Socialista  faz amanhã, 15 de Maio, uma visita ao Concelho de Alpiarça.
O programa será o seguinte:
10.00h – Encontro no bar da Barragem para café, seguido de visita à Barragem e zona envolvente (incluindo Parque de Campismo)
11.00h – Visita ao Paúl da Gouxa
11.30h – Deslocação à Zona Industrial com breve visita
12.00h – Visita à Zona do Patacão e aldeia palafítica
12.45h – Concentração no restaurante “Os Arcos”

13.00h – Almoço

ARTIGO DE OPINIÃO: Mercado Municipal

Por:
Rodolfo Colhe
Presidente da Juventude Socialista
de
Alpiarça

Mercado Municipal

Se há coisa que procuro é ser racional, e como impõem a racionalidade quando se critica a falta de iniciativas e a falta de discussão pública de assuntos que dizem respeito à nossa terra e quando esses eventos e discussões acontecem, devemos participar. Estive no passado dia 9 na apresentação do “PROJECTO DE REABILITAÇÃO E ADAPTAÇÃO DO EDIFÍCIO DO MERCADO MUNICIPAL DE ALPIARÇA” onde nos foi apresentado em traços gerais a amplitude das obras e alguns pormenores daquilo que será o mercado após as obras. Se em relação ao que vai ser feito não tenho muito a dizer, uma vez que à partida as coisas parecem bem estruturadas, e eu não possuo conhecimentos técnicos que me permitam afirmá-lo, o que fica por fazer já é outra coisa e apesar de eu acreditar na informação dada de que os fundos não permitem a alteração das galerias, essa intervenção é de todo necessária, especialmente, do ponto de vista da funcionalidade e da rentabilidade económica. E é na funcionalidade que está o problema principal do Mercado Municipal, ou melhor, o principal problema do mercado é a falta de políticas para o dinamizar tornando-o útil e dando a credibilidade que um espaço como este merece, e com isto não tiro o valor ao executivo por estar a reabilitar o espaço, mas só isso não chega, o mercado tem que ser mais do que é, de preferência ser rentável. Como sempre o problema é a visão que se tem sobre os diferentes dossiês que se tem em mãos, e no caso do Mercado Municipal a questão é mesmo essa, afinal o que queremos daquele espaço? Pessoalmente, não acredito minimamente que possa exclusivamente ser um espaço de venda de bens alimentares ou só de restauração ou só de cultura (por exemplo, uma galeria onde artistas amadores do nosso concelho possam expor gratuitamente) ou unicamente um espaço com vários gabinetes e serviços, parece-me a mim que este espaço tem de albergar um pouco de tudo isto, sendo que a falta de alguma das partes dificultará em muito um bom resultado final. E ninguém acredite que no estado a que Alpiarça chegou alguém se decide mudar para o Mercado Municipal sem ser procurado para isso e sem que lhe sejam dadas garantias de que o espaço vai ser dinamizado. Imagino-me bastante bem a almoçar ou a jantar dentro do mercado e em seguida a ficar para assistir a um concerto ou espectáculo cultural como também me imagino a tratar de vários assuntos do dia-a-dia no mesmo espaço, mas só com boas políticas e visão se chega lá. Deixo a sugestão de abrir a população a possibilidade de apresentar propostas sobre possíveis dinâmicas e funcionalidades do Mercado Municipal no futuro.

Arte urbana

Correndo o risco de não gostar do trabalho final (ao dia a que escrevo, gosto do que é visível), não posso deixar de comentar e de dar uma opinião favorável a opção da CMA por pintar alguns espaços com graffiti ou arte urbana ou como preferirem chamar-lhe, mas a opção é boa. Se muitas outras vezes tivéssemos a abertura de perceber o que é bem feito em concelhos vizinhos e neste caso, Alpiarça poderia ser um sítio mais agradável. Quanto ao resultado final uns gostaram outros não. Na minha óptica, desde que haja bom senso na escolha do que vai ser pintado, o resultado final será sempre positivo.

sábado, 13 de maio de 2017

GNR recuperou moto roubada aos bombeiros de Alpiarça


A GNR de Alpiarça recuperou a segunda moto que tinha sido roubada aos Bombeiros Municipais da vila no passado 29 de abril, dentro do quartel da corporação.
Esta viatura, que já estava desmantelada, foi encontrada através de buscas efetuadas a uma oficina e uma garagem, na sequência da investigação dos militares do posto de Alpiarça.
A GNR identificou ainda três suspeitos pela autoria do crime, com idades entre os 17 e os 30 anos, que foram constituídos arguidos.
Recorde-se que uma das motos tinha sido recuperada logo no próprio dia, abandonada junto à Escola Secundária José Relvas, presumivelmente porque os autores do crime não conseguiram abrir a válvula que corta a gasolina.
«RR»

sexta-feira, 12 de maio de 2017

DESPORTO



13 De Maio

Sábado 
FUTEBOL 
10h30 - Todos ao Estádio!!
Apuramento Campeão Sub 10


17h - Campeonato Juniores 
Local: Estádio Municipal 

14 De Maio

Domingo
FUTEBOL
10h30 - Campeonato Iniciados 
Local: Estádio Municipal

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Apreciem estes artistas que por cá irão estar ao longo da semana


O Torreão Art Fest iniciou no dia 8/05/2017 os trabalhos, curiosamente no dia do Artista Plástico.
SMILE, GONÇALO MAR, BIGOD prometem marcar Alpiarça, dando um ar de modernidade, ajudando a preservar o património do município.
Apreciem estes artistas que por cá irão estar ao longo da semana.
«MP»

quarta-feira, 10 de maio de 2017

"DINASTIA" de Mariana Rodrigues - Exposição integrada, maio "Mês da Arte"


CORRIDA/CAMINHADA DA FAMÍLIA 2017


Corrida da Família MAIS Lezíria 2017. Inscrições até ao dia 12 de Maio!

Estão abertas as inscrições para a Corrida da Família 2017. Esta é mais uma atividade inserida no projeto MAIS Lezíria, que pretende assinalar o Dia Internacional da Família.
No dia 21 de maio, às 10h00, arranca em simultâneo nos 11 municípios da Lezíria do Tejo a Corrida da Família, um agradável convívio desportivo entre familiares e amigos, que promete muita diversão, mas também lembranças para a família mais numerosa, para o participante mais novo e para o participante mais velho.
Inscreva-se e divirta-se com a sua família e amigos. As inscrições são gratuitas e terminam no dia 12 de Maio.
Faça a sua inscrição neste link.

Vereador abandona reunião de câmara em Alpiarça em protesto

Francisco Cunha e Mário Pereira envolveram-se em mais uma acesa discussão.

O vereador da Câmara de Alpiarça Francisco Cunha (PSD/MPT) abandonou na sexta-feira, 5 de Maio, a reunião do executivo após uma acesa discussão com o presidente da Câmara de Alpiarça, Mário Pereira (CDU).
O conflito deu-se durante o período de antes da ordem do dia, quando Francisco Cunha abordou os direitos de oposição.

terça-feira, 9 de maio de 2017

Apresentação e Discussão da proposta de projecto de Reabilitação e Adaptação do Mercado Municipal




Ao final da manhã de hoje, juntando vendedores, logistas, frequentadores do espaço e autarcas, assumindo a participação popular na decisão como elemento fundamental em democracia, realizou-se a Apresentação e Discussão da proposta de projecto de Reabilitação e Adaptação do Mercado Municipal.
Com os contributos desta sessão, será concluído o projecto final a levar a aprovação da Câmara Municipal de Alpiarça e a apresentar à Candidatura a co-financiamento a 85% ao Programa Operacional Regional Alentejo 2020, no âmbito da regeneração urbana. 
Agradecimentos ao Arq° Pedro Oliveira, ao Eng° Ricardo M. Vaz e aos demais participantes na sessão.
«Mário Pereira»