A BIBLIOTECA MUNICIPAL DE ALPIARÇA VAI FESTEJAR MAIS UM ANIVERSÁRIO

VISITE-A


sábado, 31 de dezembro de 2016

CMA TERMINA 2016 AO SEU MELHOR: LIXO NAS RUAS E PROPAGANDA NOS CORREIOS

C:\Users\TOSHIBA\Desktop\REVISTA CMA 001.jpg
Capa da luxuosa revista da CMA
Num município onde existe permanentemente um caos na recolha do lixo e graves problemas ecológicos na Barragem dos Patudos (por ex.), conforme confirmam as minhas imagens em baixo, recentemente tiradas e, ainda, onde o Presidente da Câmara, apesar de afirmar repetidamente que está a melhorar a situação financeira, ter de recorrer sucessivamente a uma bolha crescente de empréstimos bancários anuais de curto prazo, respectivamente de 200.000€, 500.000€ e 700.000€, além de um outro empréstimo bem maior de médio prazo que ficou deserto por os bancos se terem recusado a aceitá-lo (porquê?), sempre a crescerem até essa bolha rebentar depois das eleições autárquicas de 2017, já nem falando que os prazos de pagamento a fornecedores vão já em mais de 180 dias; CONFESSO que foi com enorme espanto e estupefacção que constatei que cerca de 4.000 exemplares da luxuosa revista de que apresento a capa, caíram nas caixas de correio de Alpiarça, por cerca de 250€ só em despesas de correio. Refiro-me a uma extensa revista de 48 páginas de mera propaganda, totalmente a cores e com imensas fotos, num luxuoso e grosso papel brilhante tipo “cochet” de primeira.

C:\Users\TOSHIBA\Desktop\AMA 29Nov\VOO\mancha tudo.jpg
FOTO AÉREA DE 16NOV DA POLUIÇÃO NA BARRAGEM

C:\Users\TOSHIBA\Desktop\LIXO.jpg
  O FREQUENTE CAOS NA RECOLHA DE LIXO  

Vou então cingir-me apenas a este atentado ao pudor da legalidade democrática, que representa este luxuoso acto de mera propaganda política comunista de pré-campanha pré-eleitoral, pago com os dinheiros e contribuições dos cidadãos-munícipes de Alpiarça e à manifesta sensação de impunidade legal deste acto, na sequência de outros que o regime comunista autárquico local vem assumindo, tendo-se chegado ao ponto do seu presidente chamar publicamente “lixo político que caiu em Alpiarça” à Oposição democraticamente eleita e, ainda, ter mandado em plena reunião pública de câmara, um desses vereadores da oposição para o “Car**lho”, por não ter gostado da veemência dos seus argumentos, ao exortá-lo a falar verdade.
Sabendo-se do antecedente, o ilegal uso de publicações municipais, essencialmente como mera propaganda municipal, sem direito a contraditório dos eleitos da Oposição; no início do actual mandato, na reunião de câmara de 07Mai2014 e em inúmeras outras situações, a Oposição solicitou reiteradamente um espaço de informação no boletim informativo municipal, que culminou com a entrega nessa reunião de uma Recomendação (obviamente sem resposta formal), fundamentada na Directiva nº 1/2008 de 24Set2008 da ERC, que a isso obriga sob pena de procedimento contraordenacional.
Ainda que sabendo da razão e da fundamentação legal da Oposição, o Presidente na sua habitual obstinação autoritarista, manteve a sua posição de que no boletim informativo municipal, a CMA “fala a uma só voz” (a sua), mas tendo o cuidado de nunca mais ter publicado nenhum boletim até agora, não fosse uma coima da ERC cair nas já débeis finanças da CMA.
Acontece que o apego do presidente ao Poder em Alpiarça, está a começar a ser mais forte e os receios de uma queixa à ERC passou para segunda prioridade, já que a existir uma multa pesada, nunca será paga do seu bolso, mas pelo tal “povo” que os camaradas comunistas tanto gostam de evocar em vão e, assim, aqui temos esta ilegal luxuosa revista “Informação Municipal”, sem o tal espaço legalmente obrigatório destinado à Oposição.
Mas o mais “interessante” vem agora no fim…. QUE MEIOS TÉCNICOS POSSUI A CMA PARA PRODUZIR UMA REVISTA DESTA QUALIDADE?
C:\Users\TOSHIBA\Desktop\contrato.bmp
Não havia necessidade…
Julgo que a resposta possa estar no “atrevimento” de se ter feito recentemente, este contrato de luxo por 3 anos (mesmo sabendo que em 2017 há eleições), sem concurso e por ajuste directo, curiosamente a uma empresa “amiga” com sede em Évora (mas com procurador em Santarém), apenas para fazer “serviços de printing” para a CMA por 27.684€, quando em Alpiarça há empresas credíveis no ramo, como por exemplo a gráfica GARRIDO, já nem falando nos rios de dinheiro que mensalmente são gastos em impressoras, resmas de papel, tinteiros e manutenções.
Não há dinheiro para reparar as 2 viaturas de recolha de lixo que obriga ao aluguer de outra por 3.500€, mas há fortunas para gastar em mera propaganda política municipal.
Assim vai alegremente entrar em 2017, este enclave comunista de Alpiarça, com lixo nas ruas e propaganda nos correios!


Eduardo Costa

Sem comentários:

Enviar um comentário