.

.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

PRESIDENTE DA CÂMARA DE ALPIARÇA REAGE À CANDIDATURA DO PS ALPIARÇA QUE ACUSA OS TRABALHADORES DA CÂMARA DE NÃO TRABALHAREM


Caros (as) amigos (as)

A candidatura do PS Alpiarça/Recuperar o orgulho (?!) às eleições autárquicas acabou de lançar o maior ataque formal a todos e a cada um dos trabalhadores do Município de Alpiarça a que já assisti.
Estou a medir bem o que digo. Os trabalhadores foram acusados de não trabalhar num pequeno texto ilustrado por uma foto de um carro da Câmara do qual saía a perna de uma pessoa não identificada, mas supostamente funcionário da autarquia.
Nos últimos dias foram constantes os ataques aos trabalhadores da higiene urbana e da recolha de resíduos sólidos. Constantes ainda têm sido os ataques aos horários de trabalho, que se enquadram em opções políticas legítimas a partir de possibilidades consagradas na lei, que derivam de direitos conquistados.
Ficámos então hoje a saber que às 0:28 h um grupo de esforçados candidatos do PS Alpiarça/Recuperar o orgulho (?!) se encontrava reunido em plena sede de campanha. Deslumbrados pela raridade do momento – de facto, ao contrário do que é habitual na CDU, trabalhar, reunir, apresentar ideias e preocupações com os problemas dos alpiarcenses é coisa a que o PS Alpiarça nunca fez nos últimos anos –, vai de colocar texto e foto ofensivos dos trabalhadores no facebook oficial da candidatura.

Mas fizeram mal.

Atacaram injustamente todos os trabalhadores do Município. 

Atacaram injustamente o próprio trabalhador em causa, por razões que já tive oportunidade de apurar e me escuso de referir, por respeito a quem trabalha.

Fizeram mal porque continuam – na senda das fotos do lixo e do lixo de fotos – com uma campanha pela negativa e arrogante, vazia, sem alma e sem propostas, sem o conhecimento mínimo exigível dos processos de gestão autárquica mas com muita soberba; uma campanha extremamente agressiva, continuando a linha seguida pelo TPA/PSD-MPT, grupo de que alguns dos actuais principais candidatos do PS Alpiarça foram mentores e alimentaram nos últimos anos, contra o próprio PS e os seus candidatos de há 4 anos.
A terminar, aqui deixo uma sugestão à candidatura do PS Alpiarça: antes de recuperar o orgulho (não consigo perceber como se pode perder o orgulho de ser da nossa terra, seja ela qual for), pensem primeiro em recuperar a decência na intervenção política com uma campanha com a dignidade que a nossa terra e a nossa gente merece e com o devido respeito pelos trabalhadores municipais que, tendo sido extremamente castigados pelos anteriores governos do PS e do PSD/CDS, dão o melhor de si para que seja prestado um serviço de qualidade à população.
Mário Fernando Atracado Pereira

Sem comentários:

Enviar um comentário