.

.

terça-feira, 14 de março de 2017

E TUDO PORQUE: Francisco Cunha perdeu em todas as frentes de combate


O Tribunal da Relação de Évora confirma a absolvição do chefe de gabinete do presidente da Câmara de Alpiarça, que chamou ladrão ao vereador da oposição, Francisco Cunha (PSD/MPT). Os juízes decidiram manter a decisão do Tribunal de Almeirim que absolveu o político do PCP do crime de difamação e do pagamento de uma indemnização de 7500 euros, pedidos pelo vereador, que recentemente anunciou que não vai recandidatar-se nas próximas autárquicas.
Leia mais em:

Sem comentários:

Enviar um comentário